Aonde ir, quando ir, como ir e o que fazer quando chegar lá? A Handmade Vacations te ajuda a encontrar as respostas para estas e todas as suas dúvidas em relação às suas próximas férias.

© 2019 by Will Silva Design

PROGRAME A SUA PRÓXIMA
VIAGEM COM A GENTE:
 
e-mail: info@handmadevacations.com.br
skype: handmade_vacations
SIGA A HANDMADE

PUGLIA

Sul da Itália

"RIMOS MUITO DO QUEIJEIRO FAZENDO QUEIJO EM FORMA DE BICHINHOS, PROVAMOS MOZZARELLA MAIS FRESCA DE NOSSAS VIDAS, DEGUSTAMOS MAIS QUEIJOS NA SALA DE JANTAR DA CASA DO DONO DA QUEIJARIA ARTESANAL E SEGUIMOS DE BICICLETA ENTRE OLIVEIRAS CENTENÁRIAS..."

Seguiram até aonde? Até uma casa de arquitetura típica, chamada trullo, com seus tetos cônicos únicos. Lá, lhes esperavam uma mesa bem posta no jardim, cercada por almofadões coloridos, de frente para a piscina... e, claro, vinho branco gelado. O sol brilhava, apesar de ser novembro. Vantagens do sul da Itália. Em breve, uma refeição memorável, destas sem invencionices, com ingredientes recolhidos a poucos quilômetros de distância: azeite, queijos, peixes, pães, vinhos, tomates, favas, rúcula, cordeiro... A culinária da Puglia se baseia em receitas passadas de geração em geração e em produtos sempre fresquíssimos.

O que mais se pode pedir? Cidadezinhas não apenas lindas, mas bem diferentes entre si. Ostuni, a cidade branca, que lembra algumas cidades gregas mas com vista para um mar de oliveiras ao invés do oceano. Alberobello, um pequeno vilarejo com uma arquitetura única, que você só vai encontrar similares em alguns cantos escondidos da Turquia. Lecce, cidade universitária, de arquitetura barroca, muitas vezes chamada a Florença do Sul. Polignano a Mare, uma cidade de penhascos, mar azul turquesa e poesias escritas pelas paredes. 
Um dos poemas diz algo como "perdido é todo o tempo que não se gasta em amar", o que fala muito sobre a região. Os moradores da Puglia amam sua terra, seus vinhos, sua comida, seu povo, suas paisagens...

Paisagens que incluem praias maravilhosas em cerca de 800km de costa banhadas pelos mares adriático e iônico e pelo golfo de Taranto.

Se a vida te levar até a Puglia não deixe escapar a chance de visitar Matera. Embora fique na região vizinha da Basilicata, essa cidade encravada nas pedras combina perfeitamente com um roteiro por esse pedacinho da Itália. Caminhe pelos cânions, se hospede em um hotel dentro de uma caverna, aprenda mais sobre a cidade que um dia foi declarada vergonha nacional e que hoje se orgulha do seu projeto de revitalização.

PARA ANOTAR NO CADERNINHO:

 

* Se está pensando em fazer uma viagem gastronômica, coloque a Puglia no topo da sua lista. Aqui você interage de perto com produtores e ingredientes maravilhosos, pode colher azeitonas, visitar vinícolas, acompanhar pescadores, fazer picnics entre vinhedos ou oliveiras, aprender a fazer pão, focaccias e massas com chefs ou 'nonnas'. 

 

* A Puglia também funciona muito bem para viagens em família. Recomendamos muito o destino para aquele plano de viajar com crianças ou levar várias gerações para umas férias bem bacanas.

* Lua de mel também combina com a Puglia: praia, cultura, vinhos, gastron, hotéis cheios de charme para dias super românticos na Itália.

 

* Quando ir: se pensa em aproveitar praia, os melhores meses seriam entre maio e setembro. Se puder, evite agosto que, por ser mês de férias no hemisfério norte, é bastante cheio (além de muito quente). Ah, e o mar tende a ser mais quente em setembro do que em maio. Mas fora praia, é um destino de ano inteiro, sendo abril e outubro excelentes opções. Em dezembro, especialmente no Natal, é uma região linda, com encenações da natividade e mercados de Natal.

 

* Não deixe de se hospedar em uma Masserias, as típicas fazendas da região.

 

*  Você pode voar para Bari ou Brindisi com conexão em Roma ou outras capitais européias. Pegar um trem (cerca de 4h) desde Roma também é uma ótima opção.  

 

* Visto: não é preciso visto, apenas o passaporte válido por 6 meses e um seguro de viagem com a cobertura exigida pelo Espaço Schengen. 

** Fotos cedidas pela marafiotti_photography e pelo Sextantio Grotte della Civita. Obrigada. : )

HISTÓRIAS DE VIAGEM